SEO entenda mais!

Entenda o que é SEO. | Foto: Pixabay/Maklay62.

Você já ouviu falar em SEO? Essas três letrinhas se referem a técnicas usadas para embelezar o texto do seu blog, tanto para o usuário, quanto para os mecanismos de busca existentes, como o Google. 

O SEO diz respeito ao modo como o algoritmo enxerga o conteúdo, sabe? Assim, palavras-chave, subtítulos, legendas, links e meta-descrição são alguns elementos importantes nesse pacote de sucesso do marketing de conteúdo.

Para te ajudar a entender melhor, preparamos um artigo explicando tudo sobre o que é SEO. Então, confira e entenda a relevância do SEO marketing para o usuário e para as máquinas. Boa leitura!

O que é SEO? 

SEO é a sigla para Search Engine Optimization. Em português, significa Otimização para Mecanismos de Busca. Nesse sentido, o SEO é um meio de gerar tráfego orgânico (espontâneo/grátis) para o seu site, blog ou página da web e autoridade para a marca. É bom frisar que o SEO não envolve nenhuma mídia patrocinada (paga).

Para que serve o SEO?  

O SEO, indo adiante, consiste em várias técnicas para melhor posicionar um conteúdo no buscador, fazendo com que ele apareça mais para o usuário. Então, o SEO serve para trazer mais visitantes ao site e subir suas vendas.

Em resumo, o SEO consiste em melhorias como forma de garantir que o usuário encontre seu material com facilidade.

Como funciona o SEO? 

Observe tópicos importantes no que se refere ao funcionamento do SEO marketing.

Qualidade do conteúdo 

O foco do SEO precisa ser a qualidade, a consistência do material que você produz para o usuário. Não fique cego, focando somente na parte técnica. Entregue informações relevantes e originais ao usuário.

Plágio? Nem pense em cometer essa vergonha e irresponsabilidade profissional! Além de ser crime, o plágio faz com que os buscadores penalizem seu conteúdo, o que dificulta que ele apareça para o usuário. Não existe SEO que seja bem sucedido com plágio, além de ser deselegante.

Um bom conteúdo não significa apenas uma boa posição no Google, mas um esclarecimento amplo das dúvidas do usuário. Desse modo, você ganha autoridade e a confiança do público

Responsividade 

O SEO deve ser pensado não apenas para o usuário que acessa o conteúdo por desktop (computador), mas também por celulares, tablets e outros aparelhos. Então, seu site deve ser responsivo, ou seja, adequar suas dimensões (texto, carregamento de imagens, velocidade etc.) a essas formas de acesso.

Além disso, o Google dá prioridade a sites mobile ou com responsividade. Isso mostra que a marca entende as necessidades do usuário. É sobre entregar a melhor experiência possível ao usuário, independentemente da plataforma usada.

SEO On Page 

SEO On page consiste em ações SEO realizadas dentro do site. Veja exemplos:

Autoridade do domínio 

Para ganhar autoridade com SEO, é preciso paciência, pois exige tempo. É necessário ter calma e aguardar até que o usuário veja seus conteúdos postados, aprenda com eles e te enxergue como mentor do nicho.

A página da web capta a autoridade do domínio em que está. Logo, é importante que você garanta um bom SEO em todo o seu site.

A nota para autoridade, falando em SEO marketing, vai de 1 a 100. Obviamente, quanto maior a nota do domínio, maior sua autoridade. O site fica melhor posicionado no ranqueamento quando comparado a outra página com nota menor.

Performance da página 

Se o site demorar mais de 2 segundos para carregar em um navegador com velocidade normal de internet, o Google pune, visto que prejudica a experiência do usuário. Tendo essa máxima em mente, o design é elemento fundamental, bem como atentar-se a imagens muito pesadas ou gifs. O usuário quer rapidez.

Aliás, você pode diminuir o tamanho das mídias para agilizar o carregamento para o usuário.

Arquitetura do site 

O algoritmo do Google faz a leitura das informações de um site. Assim, ele já aguarda uma certa ordem lógica do conteúdo. Nesse viés, se não há essa organização, pode haver dificuldade no entendimento desse algoritmo, provocando influência direta no ranqueamento.

Portanto, os dados estruturados em uma página da web é algo essencial para a navegabilidade, bem como a experiência geral do usuário. 

Seguindo isso, deve-se obedecer a ordem do conteúdo, cabeçalho, corpo do texto, tags, intertítulos, dentre outros. Estes últimos servem, sobretudo, para que o usuário escaneie o conteúdo, para que ele encontre logo o que precisa. Cá para nós, ninguém quer perder tempo.

O título também é muito útil para que os mecanismos de busca entendam o assunto do site e melhorem a indexação conforme os temas interligados. Esse elemento do SEO deve ser pensado com cautela, pois é o cartão de visitas do site. Então, trabalhe bastante na elaboração do título.

A meta-descrição também merece destaque no SEO. Em SEO, esse termo se refere a um texto relativamente pequeno, entre 120 e 160 caracteres, que resume as ideias principais da matéria para o motor de busca entender.

É aquele texto que aparece embaixo do título na página do Google, logo depois que clicamos “enter” após digitarmos uma pesquisa. Se você não fizer uma meta-descrição, o Google faz por si só, o que não é lá muito indicado.

Dá para notar o papel relevante da meta-descrição, certo? Ela pode convencer o usuário a clicar no link ou fazer com que ele role a tela sem pensar duas vezes.

Por fim, o SEO On Page prima pelo uso sábio de palavras-chave em lugares estratégicos da página da internet. Os motores de busca identificam as palavras-chave (também conhecidas como keywords) no momento em que ocorre a indexação do conteúdo. 

Mas, atenção, não é para sair encaixando a palavra-chave em qualquer lugar, de forma desenfreada. O excesso pode prejudicar o seu material!

SEO Off Page 

O SEO também é feito através de ações externas ao seu site, isso se chama SEO Off Page. Sendo assim, confira o principal personagem quando falamos de SEO Off Page:

Backlinks 

Que tal fechar parcerias com outros domínios de autoridade pela internet? Pode ser uma ótima forma de ter publicações em sites de terceiros que tenham links apontando para a sua página. Para o Google, quando um site menciona outro, o seu, por exemplo, existe uma noção de voto de confiança no citado. Pois, para indicar algo, temos que ter propriedade, não é assim na vida? Então!

Isso nos leva a falar de autoridade. Quando um outro autor na internet recorre a um link de seu site para complementar um conteúdo para o usuário de lá, transmite-se uma aparência de reconhecimento público. Resumindo: você fica bem visto na praça on-line. 

Aliás, quando você cita links externos em seu texto, o Google também gosta, uma vez que sua página estará baseando-se em fontes confiáveis e trazendo informações corretas para o usuário.

Mas, cuidado para não encher de links aleatórios e acabar penalizado. Apenas insira endereços relevantes. Respeite o usuário!

Por fim, agora você sabe o que é SEO e algumas dicas poderosas para ranquear bem no Google. Está esperando o que para colocar em prática?!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor