Saiba qual é o propósito do marketing reverso e como aplicá-lo

O marketing reverso tem a finalidade de inverter o caminho tradicional e, assim, fazer o consumidor ir até a empresa em busca de soluções. | Foto: Pixabay/mohamed_hassan.

O principal objetivo quando falamos do marketing das empresas está em buscar estratégias para atrair clientes e, consequentemente, aumentar os seus recursos. No entanto, esse comportamento vem mudando nos últimos anos, exigindo mais criatividade das organizações, principalmente métodos menos agressivos. Assim, é possível realizar o caminho contrário, ou seja, o marketing reverso.

Sendo assim, entenda a seguir como funciona o marketing reverso e quais os benefícios que o marketing reverso pode trazer para o seu negócio!

O que é marketing reverso? 

Em primeiro lugar, antes de saber como o marketing reverso pode ajudar a sua empresa, é importante entender o que é marketing reverso, essa estratégia que consegue fazer com que o consumidor passe a procurar pelos produtos ou serviços da companhia de maneira orgânica.

Anteriormente, o caminho tradicional era as empresas levarem suas mercadorias até os clientes, a principal ferramenta utilizada era a publicidade, porém os usuários já não eram mais atraídos com facilidade, então os métodos passaram por uma transformação, visando diferentes maneiras para atrair o público.

Na prática, o marketing reverso acontece quando o consumidor tem iniciativa, ou seja, quando as pessoas vão em busca da empresa para adquirir um produto ou serviço. Assim, com o marketing reverso o cliente vai atrás da marca em busca de uma solução, portanto, busca as empresas que melhor se encaixam na pesquisa, invertendo a ordem mais tradicional.

Essa mudança digital ajudou no processo de empoderamento do consumidor, dando mais fontes e voz para ele conseguir encontrar o que procura. As pesquisas em mecanismos de busca, por exemplo, é uma das maneiras de mostrar o poder do usuário atual, além de ser um dos canais mais populares no marketing reverso.

Nesse sentido, basta apenas digitar no campo de busca o serviço desejado e as organizações batalham para se encaixar na demanda. Portanto, no marketing reverso o foco não é mais a exaltação dos produtos disponíveis ou a insistência para que o consumidor realize a compra, mas sim a apresentação dos benefícios que essas mercadorias podem oferecer para o consumidor.

É essencial entender que o marketing reverso não é uma publicidade negativa da companhia, ao contrário, é um método para mudar a abordagem de comunicação, atraindo os clientes de maneira mais sutil e eficiente. Além disso, o marketing reverso pode ser feito com a criação de campanhas, anúncios e materiais que não tenham foco exclusivo nos serviços e produtos.

Sendo assim, para o marketing reverso funcionar adequadamente é importante entender as principais diferenças em relação à antipropaganda. 

O marketing reverso tem a finalidade de melhorar as vendas, mas com uma abordagem diferente, concentrando a propaganda nas vantagens e benefícios do item. 

Enquanto a antipropaganda é uma campanha feita para mostrar que um produto ou serviço é ruim. Por exemplo, a OMS (Organização Mundial de Saúde) investe em publicidade negativa destacando os malefícios do cigarro, na tentativa de conscientizar o consumidor a não usar essa substância.

Agora que você entendeu que marketing reverso é diferente de antipropaganda, saiba que entre os principais benefícios do marketing reverso estão: investimento em estratégias que se encaixam de maneira sútil na rotina do consumidor, fortalecimento do relacionamento com o cliente e melhoria da imagem da marca.

Exemplos de Marketing reverso 

Visto que você já entendeu o que é marketing reverso e o que diferencia o marketing reverso de outros tipos de propaganda, confira a seguir alguns exemplos de marketing reverso!

Dove 

A Dove vem tentando inovar nas suas campanhas de publicidade nos últimos anos, assim, apostou no lançamento de vídeos que apelam para a emoção do telespectador. Na campanha “retratos da real beleza”, por exemplo, a companhia apresenta mulheres que se descrevem para um retrato falado. Em seguida, o especialista cria a imagem da mesma pessoa, considerando a percepção de alguém próximo dela, logo depois, as duas versões são comparadas.

O principal objetivo dessa campanha é mostrar que grande parte das mulheres não consegue enxergar a própria beleza, sendo assim, a Dove não vende diretamente qualquer produto. No entanto, essa peça publicitária utiliza de marketing reverso para conseguir sensibilizar e atrair novos clientes.

Nike 

A Nike também é uma empresa que investe no marketing reverso. Assim, com o intuito de reforçar a conexão com a população brasileira, a companhia elaborou um vídeo mostrando brasileiros jogando futebol em diversos contextos. Desse modo, a principal mensagem não foi incentivar a compra, mas destacar a frase: “ouse ser brasileiro”. Por isso, a companhia é um excelente exemplo quando se fala em marketing reverso.

Walmart 

Em uma produção feita pelo Walmart Canadá, a organização apresentou um filme mostrando os desafios diários enfrentados pelas mães. Portanto, ao invés de investir em uma abordagem agressiva, anunciando as promoções e produtos da loja, a empresa preferiu focar na experiência do consumidor. A marca aparece apenas no final, quando a mãe realiza compras para o aniversário da filha. Outro excelente exemplo de marketing reverso. 

Qual o conceito do marketing reverso? 

O conceito de marketing reverso é evitar publicidades agressivas com panfletos, outdoors, banners ou propagandas digitais. Então, são elaboradas técnicas e ferramentas para aumentar o interesse do seu público-alvo, que, de maneira discreta, conseguem convencer os usuários que a sua solução é a melhor opção. No entanto, para esses métodos darem certo, é necessário analisar o seu consumidor detalhadamente, verificando seus comportamentos para conseguir entender os seus interesses.

Desse modo, o objetivo é que os clientes cheguem na empresa seguros de sua decisão, conhecendo a companhia, comportamento e valores, como também compreendendo que o produto ou serviço da empresa é a solução ideal para o seu problema. Com isso, após atrair os consumidores, é possível oferecer conteúdos mais completos e profundos, por exemplo, videoaulas, e-books, troca de contatos e informações cadastrais para compras futuras.

Além disso, essas estratégias podem ser aplicadas de diversas maneiras, como via blogs, guias ou pelas redes sociais. Nesse sentido, procure utilizar os meios digitais para mostrar os bastidores do dia a dia da empresa, para o compartilhamento de dicas, perguntas para os seguidores, lives ou para provocar interações e aproximações.

O marketing reverso não é uma estratégia exclusiva das organizações que oferecem serviços e produtos diretamente para as pessoas (B2C), também pode ser utilizado no mercado B2B, ou seja, em empresas que vendem para empresas. Desse modo, o marketing reverso pode resultar em parcerias interessantes para o desenvolvimento de itens para demandas específicas e pontuais.

O marketing reverso pode ajudar na fidelização e maior aproximação com o cliente. | Foto: Pixabay/mohamed_hassan.

O marketing reverso é a melhor estratégia para o cliente ficar encantado pela marca. Isso porque o marketing reverso atrai o consumidor que busca os serviços e produtos da empresa, além de oferecer diversos benefícios e vantagens que podem ajudar no engajamento da organização, construção de parcerias e desenvolvimento do negócio.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor