Saiba mais sobre a consultoria e seja um consultor também!

A consultoria é uma ótima ferramenta para verificar erros na empresa. | Foto: Pixabay.

Quando um gestor está muito envolvido com a rotina produtiva da empresa, pode não perceber que existem problemas nos processos, como gastos desnecessários. Assim, a consultoria surge como importante recurso para diagnóstico de falhas. 

A consultoria, ou um consultor autônomo, serve para traçar um cenário atual daquele negócio. O intuito é abrir os olhos de todo o time para o que está sendo, mesmo que inconscientemente, negligenciado.

Para entender o que é consultoria, o que faz um consultor, além dos tipos de saber e os tipos de consultoria, confira o texto que preparamos. Tenha uma ótima leitura e bom aprendizado!

O que é consultoria? 

Cansado de se perguntar “consultoria o que é”? Uma consultoria, além de ser onde trabalha um consultor, é uma iniciativa que existe com o objetivo de, baseando-se em argumentos técnicos, aconselhar alguém ou uma empresa. A consultoria, dessa forma, é uma prestação de serviço, especializada em um determinado assunto, para ajudar negócios.

O termo consultoria se refere ao serviço prestado de fato pelo consultor ou à empresa prestadora. No mais, a consultoria (e o consultor, claro) consiste em fazer o diagnóstico de problemas e solucioná-los. 

Continue lendo e saiba o que faz um consultor.

O que faz um consultor? 

Consultor é quem trabalha na consultoria. O consultor é o profissional especializado, que citamos ainda há pouco neste artigo. Logo, um consultor de alto desempenho, fortemente qualificado, vai entregar à empresa contratante um projeto inovador, dentro do orçamento da empresa. O trabalho do consultor é transformar a rotina de produção do negócio, promovendo satisfação.

Nesse aspecto, ser um consultor implica em muito conhecimento teórico, técnico e empírico. Consultor é alguém com capacidade de liderança, segurança, paciência e vontade de revolucionar uma empresa, se necessário, do zero. É querer fazer acontecer!

Vale frisar, ainda, que o consultor precisa ter em mente o trabalho que encontrará pela frente. Ser consultor é ser consciente da responsabilidade por áreas críticas do crescimento da empresa. 

Qual a importância da consultoria? 

A contratação do consultor de uma consultoria serve, de forma consciente, para definir os rumos de um negócio. Assim, menores serão as chances de surgirem falhas de gestão e/ou execução de processos na empresa (o lucro também aumenta exponencialmente).

Vale ressaltar, também, que a consultoria é sempre feita por um profissional especialista, profundo conhecedor do assunto, consultor.

Nesse sentido, em resumo, a consultoria existe para minimizar a ocorrência de erros e alavancar resultados. A consultoria faz isso da seguinte forma: diagnosticar problemas, propor soluções e implementar o projeto. O consultor que faz isso.

Classificações de consultoria 

  • Interna/externa: o consultor pode ser ou não ligado à organização solicitante do serviço;
  • Padronizada/artesanal: consultoria realizada seguindo normas pré-estabelecidas ou personalizada, conforme a necessidade vigente;
  • Especializada/total: consultoria com foco direcionado ou panorâmico, abrangente.

Tipos de consultoria 

Agora, antes de entrar em contato com um consultor, conheça alguns tipos de consultoria que existem.

Consultoria Recursos Humanos (RH) 

Este tipo de consultoria ajuda as empresas em seus treinamentos internos a colaboradores e nos processos de recrutamento e seleção de novos talentos para somar ao time. Essa consultoria (e seu consultor) presta apoio na implementação de tecnologias de gerenciamento de equipes e na procura por formas de aumentar a satisfação dos funcionários em âmbito geral.

Consultoria Gestão Empresarial 

O consultor deste tipo se preocupa em checar problemas e apresentar soluções em todos os campos necessários. Tal consultoria pode atuar com a logística, jurídica ou outra.

Consultoria Finanças 

Essa consultoria analisa os trâmites financeiros da empresa e elabora estratégias para favorecer o crescimento dos números da instituição. O foco do consultor é reduzir custos e impulsionar investimentos no setor.

Consultoria Marketing 

Essa consultoria centra-se em o consultor melhorar o relacionamento entre empresa e mercado. Nessa linha, uma consultoria de marketing promete fazer-se valer de estratégias que visem o estreitamento com o cliente (foco em relacionamento com o cliente). Desse modo, é preciso estar presente nos diversos canais digitais para o consultor chegar mais facilmente ao cliente.

Como oferecer minha consultoria? 

A seguir, veja dicas de como atuar como consultor e prestar serviços de consultoria.

Foco e mapeamento 

Ofereça o trabalho como consultor para um local que precise mesmo do serviço e na hora certa. Pode ser uma combinação difícil, mas com determinação você chega lá. Estabeleça quem você quer atingir (perfil do grupo cliente, dentro de um segmento do negócio). 

Em outras palavras, o consultor precisa criar uma persona (perfil fictício com características do seu cliente ideal). Assim, você abrange as necessidades reais do seu público e consegue resultados mais eficientes.

Ouça pessoas 

Vá atrás de seus potenciais clientes, seja por qualquer meio: redes sociais, e-mails, telefone. Se puder fazer tudo isso junto, melhor ainda. O negócio é não ficar parado, esperando cair do céu a solução para o que você, consultor, precisa fazer para resolver problemas.

Agende reuniões com possíveis interessados e pergunte, de forma transparente, o que a pessoa precisa. Somente assim, você vai oferecer um serviço pertinente às necessidades alheias.

Linguagem clara 

Ao abordar um possível cliente ou responder a uma solicitação de orçamento, seja assertivo. É importante que você comunique, de forma explicativa, o que a pessoa vai ganhar ao fim do seu trabalho.

Veja um exemplo: “Ao contratar este consultor, suas chances de começar o mês com lucros nas alturas crescem; com a nossa consultoria, você fica tranquilo e sem estresse”. Não se esqueça de dimensionar isso em números, dados embasados e até cases de sucesso que já tiveram participação da sua consultoria.

Comportamento de vendedor 

Não seja só consultor, mas um excelente vendedor. É indicado que, se não tem ainda, desenvolva características, como:

  • Argumentação;
  • Oratória;
  • Leitura;
  • Proatividade.

 

Aprenda a se vender. Por isso, estude, dedique tempo em preparo e fortalecimento da marca pessoal. Tem gente que recorre até a um curso de teatro! Além disso, tenha material a apresentar às pessoas, cases de clientes anteriores. Tenha um cartão de visitas e uma apresentação em power point sempre na manga para ajudar no processo da consultoria.

 

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor