Saiba como identificar os backlinks tóxicos que prejudicam o seu site

backlinks-escola-marketing-seo
backlinks-escola-marketing-seo

Para você que já está inserido no mundo do marketing digital ou está entrando agora nessa área, o termo backlinks pode já ter passado pelos seus estudos. Muitas pessoas garantem que os backlinks são bons para melhorar o ranking de SEO nas SERPs. Sim, podem até ser, porém, não são todos que podem ser confiáveis, justamente porque você pode acabar tendo uma quantidade exagerada de backlinks tóxicos ou prejudiciais que abrem caminho para penalidades e restrições do Google.

Pesquisas incentivam que profissionais e startups de SEO iniciantes foquem em backlinks, tudo em prol de aumentar o seu ranking em uma palavra-chave concorrente, mas, para isso, você precisa criar uma árvore de blacklinks seo de qualidade. Você nunca deve comprar um backlink ou enviar para diretórios de site com baixa qualidade, pois isso pode resultar na aparição de backlinks tóxicos.

backlinks-escola-marketing-seo
Backlinks SEO: Backlinks tóxicos podem prejudicar o seu site. | Foto: Freepik/rawpixel.com.

O que são backlinks tóxicos?

A preocupação com backlinks tóxicos vem aumentando entre os profissionais de SEO, já que podem trazer prejuízos para a reputação de um site. Quando um site cria um link para o seu, isso significa que ele vê seu conteúdo como valioso o suficiente para ser compartilhado com seu público-alvo.

 

O Google e outros mecanismos de pesquisa dão esse voto de confiança, o que pode aumentar ainda mais a categoria do seu site. Enquanto isso, links de baixa qualidade funcionam de maneira contrária.

Antes de saber o que são os backlinks tóxicos, vamos entender a definição de bons backlinks. Os backlinks do bem são aqueles que realmente podem ajudar a colocar o seu site em uma posição de destaque nas SERPs dos principais mecanismos de busca, ou seja, aparecer logo no topo da página quando alguém faz uma pesquisa.

De acordo com a Central de Ajuda do Search Console do Google, um bom backlink tem como características:

  • Vem de um site confiável, ou seja, um site que possui uma autoridade de domínio alta, com boa reputação entre os grandes buscadores e usuários desses sites.
  • É relevante, ou seja, usando um exemplo de um link de um artigo sobre caminhadas que é direcionado diretamente para uma página de produto para botas de caminhada, sendo relevante e editorial.
  • Tem potencial de tráfego, sendo outro tipo de link que é considerado valioso, porque pode impulsionar o tráfego para seu site, mesmo não dependendo da sua posição nas SERPs.
  • Não é artificial, ou seja, é obtido pela qualidade do conteúdo do seu site e não a algum outro esquema de vinculação.

Agora que você já sabe identificar um bom backlink, vamos entender a parte ruim desse termo. Os backlinks tóxicos são exatamente o oposto dos bons backlinks. Eles não contribuem nada para a melhoria do posicionamento das suas páginas nas páginas de busca e ainda podem te prejudicar.

Os backlinks tóxicos funcionam como ervas daninhas. São parasitas que grudam nas árvores e não contribuem com o crescimento, na verdade, sugam a seiva da árvore até sua morte e isso é o que acontece com o seu site.

Veja como identificar backlinks tóxicos seguindo as seguintes características:

  • Vem de um site não confiável, ou seja, justamente sites que podem ter sido construídos com o único intuito de gerar links externos.
  • Não é relevante, diferentemente dos bons backlinks. Imagine um artigo sobre investimentos que direciona para uma página de produtos para botas de caminhada. Não faz sentido e não se conecta no contexto do site de destino, por isso é considerado tóxico.
  • Tem pouco potencial de tráfego, já que geralmente os backlinks tóxicos são criados em sites gerenciados por robôs, é previsível que haja pouquíssimos acessos reais feitos por pessoas.
  • É artificial, isto é, o link foi criado apenas para aumentar a classificação do mecanismo de busca de um site. O link pode ser pago, em uma rede blogs provados ou recíproco.

Como identificar os backlinks tóxicos em seu site?

Se deparou com possíveis backlinks tóxicos no seu site? Como identificá-los quando aparecem sem que você tenha buscado?

Bom, a maioria das ferramentas de SEO profissionais, tais como SEMRush, Ubersuggest, entre outras, possuem recursos que auxiliam na busca e identificação de links tóxicos. Por isso, quando você for fazer uma análise de SEO, a verificação dos links tóxicos é uma etapa primordial.

Obter essas ferramentas é o que vai te ajudar nesse processo, caso você não possua acesso a elas, existe uma opção mais trabalhosa, mas que também funciona. O jeito é ir até o Google Search Console ou Google Analytics, identificar quais são os domínios que apontam para o seu site e fazer uma análise desses domínios.

Outra alternativa para identificar backlinks tóxicos através de ferramentas feitas para isso é fazer a contratação de um serviço de auditoria de SEO, uma vez que é um item obrigatório nesse tipo de trabalho.

Como solucionar essa problemática?

Existem duas maneiras de eliminar os backlinks tóxicos. As duas envolvem enviar uma solicitação ao Google para rejeitar links que estão prejudicando o rankeamento da palavra-chave trabalhada por você.

O primeiro modo que pode resolver essa problemática é entrar em contato com o editor do site que está linkando para você e que você identificou como um backlink tóxico. Assim, você faz uma solicitação para que o link seja removido, ou então, que seja aplicada a tag Nofollow ao link.

O problema é que, na maioria das vezes, o domínio de referência que está produzindo esses backlinks tóxicos para o seu site é um robô, o que dificulta bastante o contato, uma vez que nenhuma pessoa real receberá sua solicitação.

A segunda opção aqui é eliminar estes links através da ferramenta Disallow do próprio Google Search Console, apontando os maus links que você deseja rejeitar pelo algoritmo do Google na hora de calcular a relevância do seu site. Nesse caso, essa ferramenta vai desconsiderar os backlinks tóxicos que você informar, portanto, faça uma lista incluindo o maior número de links indesejados possíveis que estejam prejudicando a reputação do seu site.

Esse foi mais um ensinamento sobre marketing digital que vai te ajudar a montar estratégias eficazes para sua empresa. Quer se especializar mais? Conheça os cursos da Escola do Marketing Digital e faça sua assinatura!

Agora você já sabe o que são os backlinks tóxicos, como identificá-los e eliminá-los. Fique de olho para que seu site mantenha uma boa reputação!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor