fbpx

Qual o público-alvo do seu negócio? Descubra agora!

Veja como saber qual o público-alvo do seu negócio agora (Foto: Freepik)

Para melhorar o marketing digital, atingir resultados satisfatórios e fechar mais vendas, é fundamental saber qual o público-alvo do seu negócio. Ou seja, saber, com detalhes, o perfil das pessoas para as quais você oferece seu produto ou serviço.

Aliás, comecemos pelo início: você sabe o que é um público-alvo de um negócio? E quem é o público-alvo desse texto por exemplo? É essencial saber responder a essas e outras perguntas. Caso queira investir em tráfego pago, inclusive, saiba que os anúncios são dirigidos a um determinado público-alvo. Não são destinados ao acaso.

Uma estratégia eficiente de marketing digital envolve planejamento, estudo e esforços direcionados. Não adianta tentar falar com todos, senão sua marca pode acabar falando sozinha. Desperdiça tempo e dinheiro.

Entenda, agora, como definir qual é o público-alvo da sua empresa, como chegar até ele e converter um cliente para determinado negócio digital. Confira o artigo que preparamos para você!

Qual é o público-alvo? 

O público-alvo é um grupo de pessoas com interesses em comum. Elas pertencem a um mesmo nicho. Isso quer dizer que um mesmo público-alvo pode se interessar pela proposta de diferentes empresas pertencentes a um mesmo nicho? Exato!

Nesse cenário, você precisa se destacar frente à concorrência para conquistar o maior número possível de adeptos ao produto ou serviço de sua marca.

O que deve ser considerado na definição do público-alvo? 

Na definição do público-alvo, considere quatro ações principais: pesquisar o mercado, conversar com pessoas, segmentar seu público e criar uma persona.

Pesquisa de mercado 

As pesquisas de público-alvo são excelentes meios de saber com quem você se comunica, quem consome sua marca. É uma forma de fatiar o mercado a serviço da sua estratégia de marketing e vendas. Você obtém um feedback, com detalhes, do perfil das pessoas.

Junto a isso, atuam as pesquisas de mercado. Pesquise sobre seus concorrentes (produtos, diferenciais, atendimento, rotina de trabalho, redes sociais, linguagem). A ideia é procurar, de modo gradual, superá-los.

Ao fazer a análise de mercado, não assuma só o “lado empresa”, coloque-se no lugar de consumidor. Simule um processo de compra na concorrência; registre toda a sua jornada, do topo de funil ao fundo de funil.

Veja se foi bem atendido, como foi nutrido durante o processo e, também, no pós-venda. Observe os pontos fortes e fracos da experiência. Quanto melhor você conhece o mercado, mais fácil é definir o público-alvo.

Converse com pessoas

Vá até os interessados, gaste sola de sapato ou cliques do seu mouse. Mas vá atrás deles. Isso te ajuda não só a definir o seu produto, mas a decidir a melhor opção de divulgação. Pense quem seriam os potenciais beneficiados do item. As redes sociais podem lhe ajudar nisso.

Não tenha vergonha, converse e peça a opinião do público. Seja um ouvinte ativo, atento às informações e observações feitas. Deixe que falem o que quiserem, tente não interromper. É parte de uma estratégia de comunicação adequada.

Segmentação 

Você criou um bom produto que promete ser a solução para muita gente. Mas viu que é necessário educar o mercado no que se refere à utilização dele. Por outro lado, detectou grupos, do seu público-alvo, que já entenderam como funciona o seu item e querem um conteúdo mais específico.

Reparou? Existem, nesse caso, duas partes diferentes no seu público-alvo. E como atender aos dois sem prejuízos a nenhum deles? Aqui entra a segmentação. Falar em segmentação significa falar em divisão, visando à otimização de ações e alcançar as metas previstas.

Nesse sentido, a segmentação do próprio público-alvo orienta a sua tomada de decisões. Você age de acordo com o perfil (escolaridade, vontades, idade, etc) dos interessados no seu negócio.

Feito isso, a subdivisão de seu público-alvo, entenda as lacunas de cada um. Agora, é só produzir conteúdos direcionados a cada um dos grupos e pronto.

Persona 

Para se debruçar, de forma profunda, nos costumes dos seus consumidores é preciso criar uma persona: um perfil semi fictício daquele que seria seu cliente ideal. Ela consiste em uma definição específica e profunda dos hábitos do consumidor. Com isso, você otimiza estratégias e poupa esforços.

Como identificar o público-alvo de um texto? 

Você já notou o quão fundamental é definir o público-alvo de um negócio. Mas entraremos um pouco mais a fundo nessa questão. Vamos, agora, já nos encaminhando ao final deste post, aplicar essa importância de identificar o grupo de pessoas interessadas no que sua marca tem a oferecer. Você sabe, por exemplo, quem é o público-alvo desse texto?

Hora de te contar como identificar o perfil do leitor de um artigo do blog da sua empresa. Pois bem, o público-alvo de um negócio é a quem os produtos e serviços interessam. Na mesma linha, o público-alvo de um texto do blog desse negócio é o grupo de leitores a quem o conteúdo interessa.

Público-alvo do seu texto 

Na Língua Portuguesa, podemos chamar esse grupo de interlocutores. Conhecendo o público-alvo do seu blog post, você escreve de maneira assertiva, usando os mecanismos certos de coesão (significado/construção das frases) e coerência (sentido das frases) textual.

Além dos aspectos técnicos, você também deposita, na escrita, os gatilhos emocionais adequados para fisgar o seu leitor de um jeito sutil e eficaz!

Perfil do público-alvo da leitura 

Liste os temas existentes dentro do seu nicho. A partir daí, escreva conteúdos educativos, tire dúvidas ou curiosidades referentes à área de atuação da sua empresa. Quando você conhece o público-alvo do seu blog, você escreve do jeito certo. Funciona.

Um texto sobre exercícios para emagrecer, certamente, vai atrair leitores que julgam estar fora do peso ideal e buscam um estilo de vida saudável. Já um artigo que traz dicas de organização para aumentar a produtividade pode gerar acessos de empresários, estudantes e pessoas que, no geral, procuram por métodos que aumentem o rendimento nas tarefas.

Notou? Essas pessoas atraídas pelo material, em ambos os casos, configuram o público-alvo de um texto. Vale frisar que não é porque alguém se interessa pelo seu blog post que se tornará seu cliente, ou seja, chegará ao fundo do funil de vendas. Pode ser que a pessoa só queira sanar uma dúvida ou se informar melhor sobre um ponto e fique na camada superficial desse recipiente imaginário.

Para encerrar, portanto, podemos dizer que o público-alvo desse texto (sim, este que você está lendo!) combina com o público-alvo da Escola do Marketing Digital: interessados em marketing digital, desde iniciantes até quem sabe bastante do assunto.

Aprenda mais sobre público-alvo e Marketing Digital 

Se você quer saber ainda mais sobre público-alvo e aprender outros tópicos do Marketing Digital, conheça a Escola do Marketing Digital. Com 10 anos de experiência no ramo de cursos da área, ela atende mais de 120 mil alunos de nível iniciante, intermediário e avançado. 

Entre em contato com a Escola do Marketing Digital e comece, agora mesmo, o curso de Marketing digital que você precisa!

 

 

Referências

https://escoladomarketing.digital/

https://blog.escoladomarketingdigital.com.br/o-que-e-nicho-no-marketing-digital-a-importancia-de-conhecer-o-publico-alvo-da-sua-empresa/

https://universodenegocios.com.br/como-definir-o-publico-alvo-do-seu-texto/

https://klickpages.com.br/blog/publico-alvo-o-que-e/

https://www.agenciainsideout.com/como-definir-seu-publico-alvo/

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor