fbpx

O que é SEO e as melhores práticas para tráfego orgânico

O SEO é uma das estratégias de marketing digital básicas para qualquer empresa. Ele consiste no uso de certas técnicas para alcançar os primeiros lugares nos resultados dos buscadores e, assim, conseguir mais cliques. Este post vai explicar o que é SEO, além de mostrar boas práticas que podem ajudar no ranqueamento das páginas do seu negócio.

O que é SEO? 

SEO é a sigla do termo em inglês “Search Engine Optimization”, que em português pode ser traduzido como otimização para mecanismos de busca. Como o nome diz, o SEO é um conjunto de técnicas e estratégias para otimizar o seu site e o conteúdo dele para os buscadores on-line. Quando alguém pesquisa um termo ou palavra-chave no Google, por exemplo, o buscador tem que escolher entre uma infinidade de conteúdos para decidir qual pode melhor responder à pesquisa. O critério base é a possível relevância para o internauta. Quanto mais relevante for o conteúdo, mais acima ele estará na lista de resultados. O inverso também é verdadeiro. Estar no topo das buscas significa mais chances de ser acessado e alcançar mais público.

Dessa forma, o SEO nada mais é que adaptar seus conteúdos para que eles sejam os mais relevantes possíveis. Para tanto, existem técnicas que podem ser utilizadas para aumentar as chances de ficar no topo das pesquisas. Cabe ressaltar que as estratégias de SEO prezam pelos resultados orgânicos. Portanto, suas ações não incluem a utilização de tráfego pago ou anúncios. Toda a estratégia dele está pautada na otimização do site para o buscador.

História do SEO 

O SEO remonta o início da internet. Na década de 90, surgiram os primeiros buscadores, o primeiro deles foi o Architext, em 1993. Posteriormente, veio o Yahoo! e, um ano depois (em 1997) o Google. Esses buscadores “organizavam a internet” já que permitiam a busca de conteúdos disponíveis na imensidão da rede.

A primeira vez que o termo SEO foi utilizado foi no livro Net Results, escrito por Bob Heyman, Leland Harden e Rick Bruner. O livro de 1997 referia-se a uma estratégia usada por um grupo musical para que seu site alcançasse o primeiro lugar dos resultados. Para isso, a banda Jefferson Starship passou a incluir mais palavras-chave em seu conteúdo, por exemplo o próprio nome da banda. Dessa maneira, conseguiram chegar ao primeiro lugar nos buscadores. Os autores do livro deram o nome à prática de Search Engine Optimization.

Durante alguns anos, essa foi a tática mais utilizada para ficar entre os primeiros resultados. O cenário apenas mudou com a popularização do Google. A partir daí, também tornou-se necessário construir uma estratégia de link building para figurar nas melhores posições.

Quais os parâmetros de ranqueamento do Google? 

O buscador mais usado do mundo possui suas próprias formas para decidir a posição dos conteúdos disponíveis na internet. Para tanto, são utilizados parâmetros e fatores de ranqueamento, grande parte deles desconhecidos. Em contrapartida, muitas pesquisas e sites especializados costumam fazer levantamentos e análises que visam desvendar os critérios utilizados pelo Google. Entre elas, está a  Backlinko, que apresenta em uma de suas pesquisas 200 fatores, dos quais podemos citar dez:

Page Authority 

A page authority ou autoridade de página é um fator extremamente importante para a classificação dos conteúdos nos resultados do Google. Ela é construída por meio da idade e confiança da página, a quantidade e qualidade de links, além das atualizações da mesma.

Autoridade do domínio 

Assim como a autoridade da página, a autoridade do domínio leva em consideração a colocação que o site receberá pelo algoritmo. Sites com maior autoridade de domínio ficam acima dos que possuem menor autoridade.

Relevância de links 

As páginas que costumam ser linkadas por outras páginas que tratam dos mesmos assuntos e interesses que ela são colocadas acima nos resultados de pesquisa do Google.

Conteúdo original e relevante 

O foco do Google é entregar o melhor conteúdo para seus usuários. Para isso, o buscador prioriza materiais originais e de qualidade no seu ranqueamento.

Tamanho do conteúdo 

Justamente por querer apresentar as páginas mais relevantes a quem pesquisa, o Google prioriza conteúdos maiores, pois o algoritmo supõe que conteúdos curtos são superficiais.

Tags title 

As tags title também são importantes no posicionamento das páginas em buscadores. Elas são as palavras-chave que estão no título das páginas.

Keywords 

As keywords ou palavras-chave que aparecem ao longo do conteúdo ainda são fatores importantes na classificação pelo Google. Atualmente, o buscador ainda conta com mecanismos que punem sites que praticam o uso indevido dessas palavras.

Tempo de permanência na página 

Um dos fatores usados para definir a relevância de um conteúdo pelo algoritmo do Google é o comportamento dos internautas. Se as pessoas passam pouco tempo na página, significa que o conteúdo não foi capaz de solucionar a dúvida delas, ou seja, a página não é relevante.

Velocidade de carregamento do site 

A velocidade no carregamento das páginas influencia na posição entre os resultados de pesquisa. Páginas mais leves ficam acima.

Adaptabilidade para mobile 

Devido ao crescente número de usuários que acessam a internet por dispositivos mobile, o Google passou a penalizar sites que não são adaptados aos móveis. Portanto, para figurar entre os principais resultados, é preciso ter um site que esteja adaptado para esses aparelhos.

Black hat 

Existe uma série de sites que são otimizados para propagar conteúdos duvidosos ou com pouca relevância, eles são chamados black hat. Desde o início, buscadores como o Google tentam coibir esse tipo de conteúdo nos seus resultados. Portanto, as seguintes práticas de black hat devem ser evitadas para que seu site não seja punido:

  • Keyword stuffing: quando a página repete de maneira excessiva as palavras-chave;
  • Doorways pages: páginas que levam a outras páginas com conteúdo duvidoso;
  • Link farms: páginas que servem apenas para gerar backlinks para outras;
  • Cloaking: páginas que apresentam conteúdos diferentes para o Googlebot e para o usuário;
  • Spam: página que comenta em outras apenas para ganhar backlinks;
  • Conteúdos ocultos: páginas que ocultam textos ou links dos usuários, porém não do bot do Google.

Qual a importância do SEO marketing? 

O SEO possui extrema relevância na estratégia de marketing digital das empresas. Afinal, com as técnicas de SEO é possível alcançar posições mais vantajosas nos resultados orgânicos dos buscadores, o que aumenta as chances de captar leads.

Segundo dados de uma pesquisa de 2019 da Backlinko que analisou mais de 5 milhões de resultados de pesquisas no Google, o primeiro resultado orgânico tem 10x mais chances de ser acessado pelo internauta do que o décimo. O SEO marketing pode ser utilizado pela sua empresa para os seguintes objetivos:

  • Aumentar tráfego orgânico;
  • Gerar mais leads;
  • Gerar mais vendas;
  • Reduzir o custo de aquisição por clique;
  • Educar os leads;
  • Aumentar a autoridade da marca.

Como fazer o SEO do seu site? 

Como você já deve ter percebido, estar alinhado às técnicas de SEO pode trazer bons resultados para a sua empresa, já que aumentar o tráfego pode gerar mais vendas e trazer autoridade para a marca. Portanto, separamos algumas dicas do que fazer para otimizar seu site para o Google. Confira!

Deixe o seu site mais leve 

Rapidez no carregamento é um dos fatores de ranqueamento do Google. Para otimizar seu site neste sentido, a dica é comprimir imagens e vídeos, eliminar animações desnecessárias, além de configurar o carregamento por blocos de conteúdo.

Faça o uso correto das palavras-chave 

O uso de palavras-chave é crucial nas estratégias de SEO, ainda que não no mesmo patamar que no início da internet. A disposição de palavras-chave ao longo do conteúdo deve ser condizente com o contexto. Páginas que fazem uso de keyword stuffing são penalizadas, como já foi abordado. Portanto, uma dica é utilizar as palavras-chave em locais estratégicos do conteúdo como título, subtítulos, primeiro e último parágrafos e na URL da página.

Outra dica importante referente às palavras-chave é entender a intenção do seu cliente ideal (sua persona). O que ele buscaria? Pensemos em uma loja online que vende camisetas dos Beatles. É provável que o indivíduo pesquise “camisetas Beatles” e não “camisetas coloridas”.

Além disso, é interessante perceber que dentro de uma palavra-chave podem existir buscas com intuitos diferentes. Pensemos em uma loja de doces. Uma pessoa que busca “doces para páscoa” no Google pode estar interessada em comprar doces prontos ou fazer os próprios doces para vender. Dessa forma, uma dica seria essa loja utilizar a keyword “comprar doces para páscoa” ou outras que usem do campo semântico relacionada à compra. Assim, é possível evitar palavras genéricas que possam atrair pessoas que apenas gostariam de ver receitas de doces para fazer por conta própria.

Utilize o SEO nas fotos e vídeos do seu conteúdo 

As imagens e os vídeos do seu site podem ser utilizados na sua estratégia de SEO, pois as técnicas de otimização não se limitam apenas ao texto. Para tanto, é possível usar o texto alternativo das fotografias e as legendas com as keywords, além de comprimir os conteúdos audiovisuais para que fiquem mais leves.

Utilize links internos 

Uma boa estratégia de SEO também é baseada na construção de links internos. Essas conexões dentro do próprio site servem para aumentar a interação do usuário com seu conteúdo, além de fazer com que ambas as páginas aumentem as chances de conseguir boas posições no buscador.

Preste atenção nos links e URLs 

Uma boa prática de otimização para buscadores é a inclusão da palavra chave nas URLs. Também é interessante URLs curtas e que expressem o tema principal da página, por exemplo “site/o-que-e-seo”. Essas dicas tornam o conteúdo mais atrativo para os internautas. 

Use o Google Maps 

Caso sua empresa tenha uma sede física, é possível colocá-la no Google Maps. Para isso, é necessário realizar um cadastro no Google Meu Negócio. Dessa forma, seu negócio aparecerá nas buscas locais, como “sorveteria perto de mim”.

Descobriu o que é SEO e sanou algumas dúvidas pertinentes? Agora, aprenda mais sobre tráfego orgânico com o Curso de SEO. Por meio dele, você irá descobrir outras técnicas importantes para colocar o site da sua empresa no topo dos resultados.

 

 

 

Referências:

https://backlinko.com/google-ctr-stats

https://searchengineland.com/who-coined-the-term-seo-14916

https://backlinko.com/google-ranking-factors

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor