Guia completo do remarketing

O que é remarketing? Saiba como fazer remarketing e aumentar seus resultados. | Foto: Pexels

Uma das formas de alcançar um alto número de conversões é atingindo pessoas que tenham interesse no produto ou serviço que você está ofertando. Mas aí você pode se perguntar: como posso fazer isso? Através do remarketing! Essa é uma técnica de marketing digital específica e que gera muito resultado e conversão. Continue e entenda mais sobre remarketing.

Para aqueles que estão familiarizados com marketing digital, o termo remarketing não é nada novo e já faz parte do vocabulário básico. Mas se você não sabe o que significa remarketing, não se preocupe. Neste artigo, vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre remarketing. Então, fique com a gente!

O que é remarketing? 

O conceito de remarketing está bastante evidente no seu próprio nome. Comumente as palavras que apresentam “-re” no começo significam algo que foi feito novamente, a exemplo de reenviar, retrabalho, reconduzir, reassistir, remarketing, entre outros.

No caso do remarketing não é diferente. O remarketing consiste justamente em veicular novamente seus anúncios e campanhas. Contudo, não de forma aleatória para qualquer pessoa. O foco do remarketing está em atingir usuários que já demonstraram interesse na sua solução ou já interagiu com a marca.

Sabe quando você, estando no papel de consumidor, pesquisa algo que é do seu interesse e depois disso não para de chegar anúncios sobre aquele produto ou similares? Já adianto que não tem nada a ver com hackers, nem espionagem e muito menos coincidência – mas, sim, remarketing. 

Na verdade, isto é remarketing entrando em ação. Essa estratégia de remarketing pode assustar um pouco, mas é muito eficaz em gerar resultados para as empresas. Por isso, todos os negócios deveriam utilizar o remarketing para aumentar as vendas.

Como funciona o remarketing? 

Uma das maneiras mais fáceis de entender o que é remarketing e como ele funciona é por meio da exemplificação. Portanto, para te ajudar na compreensão, vamos sugerir um pequeno exemplo sobre o remarketing:

Imagine que você deseja comprar suplementos alimentares. É natural que a primeira coisa que você faça seja pesquisar no Google por eles ou algo relacionado a eles. Entre os resultados expostos na busca, estarão alguns anúncios.

Quando você clica em algum desses anúncios, você sinaliza para o Google sobre o seu interesse naquele produto. Em termos mais técnicos, um cookie é armazenado em seu computador. Ele é uma espécie de marcador de seu interesse.

Caso você não realize uma conversão, o Google continuará mandando anúncios da empresa ou de empresas similares às quais você demonstrou interesse ou interagiu. Em geral, os anúncios continuam aparecendo até 30 dias depois do acesso. É assim que acontece o remarketing. 

A ideia da estratégia do remarketing está em fazer o desejo do cliente se manter forte. Ademais, fazê-lo lembrar da solução oferecida pela marca. Pois se ele pesquisou e acessou o anúncio tem grandes chances de em algum momento realizar uma conversão. Basicamente, esse é o objetivo do remarketing. 

Em quais plataformas posso fazer remarketing? 

Apesar do remarketing ser uma estratégia muito importante para o sucesso das empresas em gerar mais conversões e consequentemente mais resultados, muitos ainda não sabem como usar o remarketing eficientemente em seus negócios.

Existem muitas possibilidades para a elaboração e veiculação de campanhas de remarketing na rede. As plataformas mais utilizadas são o Google Ads, o Facebook e o Instagram. A seguir, vamos te mostrar como fazer uma campanha de remarketing nas duas primeiras opções.

Como fazer remarketing 

Vamos aprender agora como fazer remarketing, pois é uma estratégia poderosa. Para isso, mostraremos como fazer o remarketing nas principais plataformas: 

Como fazer remarketing no Google Ads 

Fazer uma campanha de remarketing no Google Ads não é tão complicado quanto possa parecer. Basta apenas se atentar para as duas etapas básicas que consistem na instalação do pixel de remarketing em seu site e na configuração de uma lista de público-alvo específica para a estratégia de remarketing.

Como fazer a instalação do Pixel de remarketing do Google Ads: 

  • Acesse o Google Ads e faça login;
  • Vá em “Ferramentas e Configurações” na parte superior direita de sua tela;
  • No menu que irá abrir, clique em “Gerenciador de público-alvo”, opção que está na aba “Biblioteca Compartilhada”;
  • Na nova tela, clique em “Origens de público-alvo”, nesse momento, veja as possibilidades de criar listas de remarketing;
  • Chegou o momento de configurar o pixel, então vá até a “Tag do Google Ads”;
  • Lá clique em “Configurar Tag”;
  • Neste momento, você irá definir quais as informações que deseja coletar através da Tag;
  • Quando tudo estiver certo, basta clicar em “Criar e Continuar”.

 

Após esse processo, será aberta a tela de instalação. Nela devem constar a tag e o snippet prontos para serem utilizados. É importante ressaltar que o pixel criado deve ser instalado no seu site para que ele possa ser usado adequadamente.

Existem três opções para isso: você mesmo instalar manualmente, enviar o código para um programador de confiança ou ainda instalar através do Google Tag Manager. Nesta última opção, você já precisa ter o pixel do Tag Manager instalado em seu site. Basicamente, esse é o processo para fazer remarketing no Google Ads. 

Como criar listas de remarketing no Google Ads: 

  • Acesse o Google Ads e faça login;
  • Siga o passo a passo anterior até chegar em “Gerenciador de Público-Alvo”;
  • Então, vá até “Listas de público-alvo”;
  • Adicione à lista de visitantes do site, clicando no ícone “+”;
  • Selecione “Visitantes do Site” e nomeie esta lista;
  • No menu suspenso, escolha um modelo em “Membros da Lista”;
  • Em outro menu suspenso chamado “Página visitada”, defina as regras para a coleta de cookies;
  • Defina o tamanho da lista e o período que os visitantes ficarão nela;
  • Por fim, adicione uma descrição e toque em “Criar público-alvo”.

Como fazer remarketing no Facebook 

Assim como no caso do Google Ads, fazer remarketing no Facebook Ads não é algo complicado. A etapa mais difícil, caso não tenha familiaridade, é a instalação do pixel no código do seu site. Caso já possua um pixel, basta configurar um público personalizado.

Veja como criar seu público personalizado no Facebook Ads:  

  • Acesse o Gerenciador de Anúncios do Facebook;
  • Na parte superior esquerda do painel inicial, clique em “Menu”;
  • No menu aberto, procure por “Público” no campo “Ativos”;
  • Um pop-up irá ser aberto, nele você irá selecionar a opção “Tráfego de Site”.

 

A partir deste momento, para continuar no processo de fazer o remarketing, será necessário possuir um pixel do Facebook configurado e instalado no seu site. Caso você não possua, a própria plataforma te dará as instruções de como configurá-lo. Assim que tudo estiver certo, basta instalar o código nas páginas do seu site.

Resolvida toda a questão do pixel, será aberta uma nova tela. Por meio dela você poderá configurar sua campanha de remarketing. Neste momento, são escolhidos os critérios acerca de quem deverá ver suas campanhas de remarketing, por exemplo, apenas pessoas que visitaram uma determinada página do seu site.

Definidos todos os parâmetros do público para o remarketing, basta clicar em “Criar Público”. Pronto, seu público personalizado já foi criado para o remarketing. Agora, quando estiver configurando uma campanha de remarketing, basta selecionar a sua lista de remarketing. A elaboração dos anúncios segue da maneira tradicional.

Gostou do conteúdo? Está decidido a implementar o remarketing na sua estratégia? Não deixe de utilizar o remarketing e alavanque suas vendas! Acompanhe nosso blog e saiba mais sobre tráfego pago, remarketing e aumento de resultados.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor