Como criar e vender um curso online: passo a passo

Publicidade

O processo de digitalização do mundo tornou a maioria dos cursos, que antes eram feitos de forma presencial, em EAD, ou seja, ensino a distância. Esse processo foi muito benéfico para muita gente que investiu nesses cursos online, pois gerou um retorno financeiro muito legal. É válido e possível criar e vender cursos online de todos os assuntos imagináveis, pois sempre vai ter alguém disposto a aprender.

 

Primeiro, é importante entender que existem inúmeras formas de criar e vender cursos online. Existem alguns mais simples, enquanto outros são mais elaborados e trabalhados, dependendo do orçamento disponível. Essa criação mais trabalhosa é benéfica, apesar de custar mais dinheiro, pois traz um ar de profissionalismo muito legal, que atrai potenciais clientes. Mas, o mais importante, é sempre a qualidade do conteúdo.

 

Assim, pensando na importância da qualidade de conteúdo, que o ato de criar e vender cursos online exige, é necessário que a pessoa que ministrará o curso saiba exatamente do que ela está falando. Dessa forma, se você pensa em realizar um curso online e não tem bagagem necessária para ensinar sobre determinado assunto, saiba da necessidade de contratar um profissional qualificado para esse serviço.

Publicidade

 

Nesse sentido, o principal fim do processo de criar e vender cursos online é a remuneração. Assim como qualquer empresa, a criação de cursos online tem uma remuneração variada, sendo possível ganhar muito dinheiro com isso, se tiver muitos alunos que comprem o curso. Portanto, além do conteúdo de qualidade, é necessário investir em planos de marketing para que esse curso seja vendido. De todas as formas, é comum encontrar pessoas que conseguem algo em torno de 10000 reais, ou mais, em uma temporada de curso.

 

Muito do que se vai arrecadar com criar e vender cursos online, vem do quanto foi investido. Como citado anteriormente, a contratação de uma equipe de marketing é muito legal para aumentar o lucro, além de materiais de gravação para que a imagem e o áudio fiquem claros e limpos, também é bastante benéfico para investimento.

 

Publicidade

De forma geral, tendo que comprar todos os equipamentos e cenário (que podem ser usados para criar e vender outros cursos), além de fazer o seu próprio marketing, é possível gastar algo de 2 a 3 mil. Já para algo mais profissional, com contratação de equipe, o preço aumenta, mas o lucro também aumenta progressivamente.

 

A realidade é que, criar e vender cursos online, é um ramo muito lucrativo e muitas pessoas têm muito a ensinar e a compartilhar, assim, a maioria dos iniciantes não tem muito orçamento para começar. Sendo assim, criamos esse passo a passo de como criar e vender cursos online, para que você consiga começar seu projeto da melhor forma possível.

 

curso-online-escola-marketing-digital
Saiba como fazer seus primeiros curso online. | Foto: Freepik.

 

Publicidade

Passo a passo para criar um curso online

O primeiro passo a ser feito, no processo de criar e vender um curso online, é a definição de um conteúdo. Para isso, é legal que sejam feitos estudos para descobrir se aquele é um assunto relevante e se há de fato muitas procuras por esse material. Feito isso, deve ser tratado um plano de ação, com base em seu público-alvo, para que se trace estratégias de alcance, ou seja, a forma como seu público descobrirá que você tem o conteúdo que ele está procurando.

 

Feito isso, chega o segundo passo do ato de criar e vender um curso: a preparação. É nesse momento que você fará todas as adaptações necessárias para começar a gravar seus vídeos. O primeiro deles é a procura por materiais de gravação, de áudio e som. Esses equipamentos são extremamente importantes e precisam ser de qualidades, pois, só assim, é possível garantir que os alunos realmente estão vendo, ouvindo e entendendo o que você ou o professor quer dizer.

 

Nesse momento, também é legal tentar investir em um cenário que se adeque a sua proposta. Essa é uma fase mais fácil, pois um cenário de curso online não precisa ser muito elaborado, já que qualquer item extravagante pode tirar a atenção do que é mais importante: o conteúdo. Além do mais, esse é um cenário só para gravação e, portanto, os itens selecionados não precisam ter qualidade, só precisam ser bonitos.

 

E, então, chega o momento da criação de um roteiro para sua aula. Mesmo que o professor escolhido saiba exatamente do que ele está falando, é super válido que se faça um bom roteiro para que a explicação fique fluida e linear. Pois, em um ambiente que não é ao vivo, é mais difícil sanar dúvidas e fica mais fácil o entendimento do público.

 

Com tudo isso pronto, é hora de gravar. Mesmo que essa seja uma fase que pareça simples, é importante reservar bastante tempo para ela, porque erros acontecem a qualquer hora, além de imprevistos como barulhos muito altos ou faltas de energia. Assim, dependendo do tamanho do curso, essa fase pode demorar alguns dias para ficar pronta.

 

O próximo passo é o da edição. Uma boa edição é importante para retirar e “consertar” todos os erros, deixando a aula mais fluida e entendível. Nesse momento, pode ser benéfica a contratação de um editor, mas se não houver orçamento para isso, existem muitas maneiras de aprender a editar pela internet mesmo.

 

Com tudo já pronto, é só escolher o preço do custo e uma plataforma para o hospedar. É necessário que esse preço seja justo ao conteúdo, consiga cobrir os investimentos e dar lucro, mas ele não pode ser muito alto para não espantar os possíveis compradores.

 

Existem várias plataformas muito boas para que os alunos possam acessar as aulas, sendo muitas delas pagas. Portanto, é válido, nesse momento, pesquisar as melhores plataformas com as melhores propostas às suas necessidades e com os melhores preços possíveis.

 

Esses são os passos gerais para o processo de criar e vender cursos online, entretanto, é possível adicionar ou reduzir alguns deles, como a inserção de um copywriting. A personalização para suas necessidades é muito válida para que o curso tenha sua personalidade e, assim, atinja o público que se identifica com você e querem aprender algo contigo.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor