Aprenda a estruturar um funil de metas no google analytics

escola-mkt-digital
escola-mkt-digital
Publicidade

Já ouviu falar do funil de metas do Google Analytics? Essa nova ferramenta está revolucionando a forma como a área do marketing digital consegue formar seus novos objetivos, analisar resultados e também, como o nome diz, fazer com que consiga atingir todas as metas criadas.

Com a ajuda do conceito de metas e funis de metas que o Google Analytics proporciona, você consegue avaliar até qual estágio o seu comércio virtual atinge os seus objetivos desejados. 

Quando você pensa na sua loja, é importante definir uma meta para conseguir entender qual é a porcentagem de visitantes ao mês que conseguem concluir as transações, para depois conseguir configurar um funil de vendas que é associado ao número de páginas necessárias até chegar à transação.

Quer saber mais sobre o funil de metas do Google Analytics? É só continuar lendo!

escola-mkt-digital
Criar funil. | Foto: Unsplash.

O que é funil de metas?

O famoso funil é uma ferramenta que pode ser usada no Google Analytics, para poder acompanhar um caminho de navegação a ser seguido pelo usuário, já pré-determinado. Eles são aliados à ferramenta de Metas, que formam um poderoso sistema de análise da eficácia de um processo no site e ajudam a identificar problemas existentes de navegação e usabilidade que possam estar levando o usuário a abandonar uma determinada etapa no processo, seja ele de compra de produto, solicitação de informação ou de preenchimento de algum formulário.

Publicidade

Essa ferramenta pode ser instalada sem complicações para qualquer tipo de website, como blogs ou lojas virtuais, desde que o código do GA tenha sido devidamente implantado dentro do site e saiba como configurá-lo adequadamente.

A forma ideal é implantar o funil de meta e Metas do Google Analytics o mais rápido possível em sua loja ou site, já que eles não apresentam nenhum efeito retroativo, significando que só passam a monitorar o comportamento dos usuários a partir do dia em que ele foi configurado dentro do perfil do site.

No caso das lojas virtuais, é exatamente o tipo de análise que não pode faltar para que o administrador consiga identificar pontos em que o processo de venda não esteja fluindo como deveria, fugindo do exemplo clássico da aplicação de um funil de metas em lojas virtuais.

Com base no gráfico e nos indicadores disponíveis, você pode identificar exatamente qual é o comportamento dos usuários em seu site em cada uma das etapas do processo, e com a ajuda de outras ferramentas disponibilizadas pelo Google Analytics, é possível melhorar a taxa de conversão de compras do seu negócio digital.

Com o uso do funil de metas, você consegue acompanhar uma meta juntamente com uma lista das páginas que serão vistas pelo visitante durante todo o trajeto até sua meta. Como o Google Analytics consegue ter o controle de onde os visitantes entram e saem do funil de metas (e também com que taxa), você consegue obter informações valiosas sobre as suas taxas de desistência que os visitantes possuem nos caminhos de atividade esperados em seu negócio virtual.

Publicidade

Como configurar o funil de metas no google analytics 

Você sabe como configurar o seu próprio funil de metas? Pode parecer fácil, mas se não for feito de maneira correta, você não conseguirá ter todos os benefícios que um funil de metas bem feito pode te proporcionar. Veja, aqui, como você pode configurar o seu próprio funil de metas!

Primeiramente você deve acessar o menu administrador do Google Analytics e escolher a opção “Metas”. Após isso, você irá selecionar na configuração de meta qual modelo você irá usar. Esse modelo é bem completo e com certeza te ajudará a configurar o seu funil de metas de forma correta. Depois disso, é só nomear a sua meta.

Aparecerá um código da posição na sua tela, mas ele é apenas como a sua meta ficará salva dentro do Google Analytics, em que slot ficará, então não existe necessidade de mudar o código que vier definido. O próximo passo é escolher o tipo em que você avaliará se a sua meta foi convertida ou não. Se for o caso de visualização de um vídeo, você pode selecionar a duração e informar posteriormente qual é a duração dele. Já no caso de um e-commerce ou site de conteúdo, você coloca o destino, a página de sucesso e por último o valor efetuado ou produto comprado.

Agora, você deve informar a URL do destino, o que significa que você deve analisar a URL que aparece no seu site quando algum usuário finaliza a compra. Após isso, selecione a opção “Funil”, que te permitirá analisar o funil de metas disponível no Google Analytics. Depois de selecionar o funil, você precisa informar qual é o fluxo obrigatório do website. Se você estiver analisando um e-commerce, por exemplo, você deve levar em consideração os passos do carrinho até a sua tela de sucesso.

Com as suas metas cadastradas e o funil de metas criado, você consegue chegar à parte que realmente importa, a hora de analisar o funil de metas. É notável que cerca de 50% das pessoas que chegam ao carrinho do site o abandonam, e apenas 45% continuam seguindo o fluxo até a página de checkout. Isso significa que você precisa analisar a página para entender porque tantas pessoas a abandonam. 

Publicidade

A primeira coisa a ser feita é simular uma compra em seu site e ver se encontra algum erro ou problema na página. A sua configuração de metas e cadastro do funil de metas do Google Analytics pode te ajudar a entender o comportamento que o usuário tem no fluxo da meta.

Porém, é necessário lembrar que mesmo com os testes realizados, as pessoas continuarão a abandonar os carrinhos e checkouts, e não há como fazer com que 100% delas siga todos os passos. Uma forma de diminuir o porcentual de pessoas que abandonam essas etapas é apostar em um tipo de ferramenta de recuperação de carrinhos de compra ou algumas campanhas de remarketing!

Entender como o funil de metas funciona é crucial para o bom funcionamento do seu negócio online. Quer saber mais sobre marketing digital? Acesse a página da Escola do Marketing Digital!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Autor