4 passos para a produção de conteúdo

Ebooks com conteúdos relevantes, além de chamar a atenção dos leads, captam informações importantes como nome, e-mail e cargo I Foto:Freepik

Uma das principais estratégias que vem ganhando cada vez mais popularidade na internet é a produção de conteúdo. Uma das principais ferramentas do Marketing de conteúdo, tem como função atrair o maior número de clientes o possível, por meio de conteúdos audiovisuais de grande relevância para cada tipo de público (ebooks, posts em redes sociais, vídeos, textos).

Essa estratégia não faz a divulgação direta da marca, somente apresenta os conteúdos, para gerar interesse nos possíveis leads. Assim, mostra que pode trazer a solução para os problemas do dia a dia dessas pessoas.

A produção de conteúdo digital é a produção de materiais audiovisuais em diferentes formatos, e em diversos veículos e plataformas da internet, com o objetivo de atrair possíveis clientes para o seu negócio, seja ele digital ou não. Ela pode ser feita por meio da produção de conteúdos como artigos relacionados à ideia principal da empresa, vídeos, imagens e muito mais.

Além de atrair a atenção da empresa, esses conteúdos irão informar as pessoas sobre sua empresa e os assuntos abordados por ela, além de criar uma relação de proximidade e confiança entre a marca e os possíveis compradores, fazendo com que eles lembrem do seu conteúdo ao ver algo parecido na internet ou na vida cotidiana.

Produção de conteúdo benefícios: é extremamente importante para captar novos leads I Foto: Freepik

É importante que o produtor tenha em mente que não adianta simplesmente produzir esse conteúdo, é necessário fazer com que ele seja o mais efetivo o possível. Portanto, fazer análises nos gostos e tendências de buscas da persona da sua empresa é um bom investimento para que esses conteúdos conquistem os possíveis leads.

1 – Produção de conteúdo: faça um planejamento 

O planejamento em qualquer trabalho de qualquer ramo é fundamental. E na produção de conteúdo não vai ser diferente. É necessário planejar todas as etapas dessa produção, como quem será o responsável por produzir a peça, se vai ser algum freelancer ou se a empresa já possui um funcionário especializado nessa área. É necessário planejar como será a interação com o público de cada plataforma ou rede social e como esse conteúdo será atualizado no mínimo, semanalmente.

Uma dica de planejamento, é montar uma equipe, que tenha membros capazes de produzir textos para os blog posts, vídeos informativos com conteúdos relacionados ao da campanha veiculada, que montem infográficos e consigam escrever Ebooks relevantes para o público alvo.

Para as empresas que possuem diversas preocupações no dia a dia, ou que não atuam em áreas semelhantes ao marketing, uma opção é contratar uma empresa especializada na produção de conteúdo. É uma opção viável para quem busca mais tempo e um serviço especializado, de qualidade!

2 – Produção de conteúdo na prática 

Já se sabe o poder que os conteúdos produzidos podem ter sobre os possíveis clientes, e o diferencial que pode trazer para a empresa. Agora, é necessário saber quais os principais passos que devem ser seguidos para criar um bom conteúdo, que seja relevante para os seus leads.

É muito importante saber os tipos de conteúdo. Afinal, se a empresa focar em utilizar apenas um formato, as pessoas podem acabar achando enjoativo e perdendo o interesse rapidamente.

Blog Posts 

São o tipo de conteúdo mais comum, e basicamente são conteúdos que podem ser publicados em blogs. Os Blog Posts podem ser divididos em dois tipos, os evergreen e os noticiosos.

Evergreen 

Os conteúdos evergreen são atemporais e permanecem úteis mesmo com o passar de muito tempo, tem como objetivo educar o leitor em relação a determinados assuntos ou apresentar soluções para algum problema, de forma objetiva.

Noticiosos 

Já os conteúdos noticiosos estão relacionados ao momento histórico no qual ele foi publicado e tem como objetivo informar o leitor sobre um evento que ocorrerá em um momento específico.

Normalmente, as campanhas de marketing das empresas focam no conteúdo evergreen. Pois ele faz com que o blog ganhe autoridade ao longo do tempo, sem se perder no meio do caminho, já o conteúdo noticioso é mais utilizado em portais, jornais, etc…

Ebooks 

Os Ebooks são pequenos livros digitais que, normalmente, estão disponíveis nos formatos HTML, ePub e PDF. Eles têm como principal função abordar os temas relacionados ao produto comercializado por uma marca ou empresa de forma mais aprofundada, podendo conter tutoriais e imagens que podem futuramente ajudar o leitor na hora de tomar uma decisão de compra do seu produto ou serviço.

 Fora isso, eles podem ser utilizados como ferramenta de dados. Uma vez que para fazer o download do material digital, a pessoa deve fornecer alguns dados como e-mail, nome e em alguns casos o cargo e área de atuação, ajudando a empresa a saber mais sobre o seu público-alvo.

O anúncio do Ebook deve despertar o interesse das pessoas, para que elas realizem o download do mesmo. Portanto, capriche na arte e fale um pouco sobre o que é possível encontrar ao ler aquele livro, indicando como ele pode ajudar no dia a dia de quem o ler.

 Para um Ebook ser uma boa estratégia de marketing, ele deve ser interativo, fácil de ser lido, atrativo e dinâmico. Além disso, é interessante que ele possua assuntos relevantes para os possíveis leads da empresa e, também, uma opção de compartilhamento, para aumentar o número de pessoas alcançadas.

Infográficos 

Os infográficos são conteúdos extremamente úteis, principalmente como ideia de produção de conteúdo para redes sociais. Se forem usados os elementos visuais certos, de forma chamativa, e informações que gerem impacto nos leitores, eles com certeza irão chamar atenção de todos que passarem por ele no feed.

O infográfico é uma junção de vários elementos visuais como dados que estão relacionados com o objetivo de uma marca, com a intenção de levar uma informação e facilitar a leitura de um conteúdo por parte das personas (perfil fictício do cliente ideal) daquela empresa.

3 – Divulgação 

As redes sociais são as principais plataformas de divulgação para as empresas. Portanto, devem ser utilizadas por todas as empresas que utilizam as estratégias do marketing digital. Nas diferentes redes sociais, é possível identificar os mais variados públicos e saber como atuar em cada uma delas pode ser uma tarefa complicada, porém muito importante para o engajamento da marca.

Nelas, será necessário saber utilizar o tipo de linguagem mais específico, e saber também qual ferramenta (textos, fotos ou vídeos) utilizar em cada uma. Por exemplo, o Instagram é uma rede social voltada para fotos, portanto posts chamativos e stories dinâmicos, que permitam a interação do público podem ser uma boa aposta para gerar uma identidade entre as pessoas e a marca!

As redes sociais são um ótimo lugar para fazer posts sobre seus negócios. Esses posts poderão atrair públicos que se interessam pelo assunto I Foto: Freepik

4 – Mensurar métricas 

Ir atrás de mecanismos que facilitem a leitura dos resultados também é uma boa alternativa para saber como estão os desempenhos das suas páginas. Portanto, ferramentas como o Google Analytics, que informa o número de visitantes, tempo de leitura, taxa de rejeição, entre muitas outras informações é ótimo para saber se de fato a campanha está tendo engajamento ou não.

Seguindo esses passos, conhecendo os veículos e tipos de produção de conteúdo e construindo um bom planejamento, as chances do seu negócio digital ser um sucesso são enormes!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Autor